É possível acabar com a violência nas escolas brasileiras?

sim
77% (4476 votos)
não
13% (758 votos)
sei lá
10% (603 votos)
Total de votos: 5837

Comentários

Acredito na Não violência nas escolas a partir de um trabalho sistemático com as famílias dos alunos, implementação da religiosidade na vida dos filhos e crédito ao ensino e escolas resgatando o respeito e a dignidade humana de todos os profissionais da educação..
É necessário implementar normas que redirecionem os caminhos, driblando a ociosidade dos nossos jovens e crianças.
Não basta nossos governos oferecerem "pratos "prontos:(material didático,bolsa família,vale gás , etc...etc.)..É preciso estabelecer critérios e condições para usufruírem. desses benefícios.
É necessário valorizar cada profissional,não somente com o incentivo monetário, mas com o de reconhecimento.
Se não acelerarmos tais atitudes, restará assistirmos a tragédia de um sistema falido.
Tenho dito
Luferlima

Sim! Levando as crianças para a Verdadeira Igreja de Jesus Cristo: Católica Apostólica Romana. E parar com as falsas democracias!
A paz de Jesus e o amor de Maria.

Quando o governo passar a distribuir melhor as riquezas do nosso país, a criar novos empregos, a valorizar a educação e os pais trabalharem em conjunto com as escolas, então, pode ser que a violência nas escolas diminua.

se um dia acabar as violencias nas escolas tambem diminuira quantidades de bandidos em nosso pais pois la na escola esta sendo a faculdade de futuros bandidos aqui em nosso pais e em outros tambem por falta de ponições severas a alunos indiciplinados que infelismente ja passarão da metade dos bons alunos aqueles que realmente vão a escola pra ser uma pessoa um ser humano.

só vai acabar quando ter un serto tipo de punidade para com os alunos, porque geralmente nas escolas não tem o serto tipo de punidade que deveria ter.

Isso nunca vai acabar, podem ter certeza! E digo mais, vai aumentar cada vez mais. Sabem porque? A certeza da impunidade.

tem como acabar sim o negocio dessas escolas e ki tem muinta garotas e garotos e nao sao educados corretamente en casa e acabao fazendo o que acontece en casa nas escolas...graças adeus so muinto bem educada pelo meu papai e minha mamae adorro eles nao bringao na minha frente so dicultem qu8ando tao tendo problema mas nunk vi meu pai ewpankndo minha mae en ocasiao nenhuma...graças a eles sou uma bou aluna..e tenho muintas amizades bouas nunk briguei na escola agora fikr calada eu nao fico pra ninguem nem pros professor quando tao de cabeç quente mas mi contro pra nao EATRAPOLA....

Com vontade e determinação, há jeito para quase tudo, mas para isso todos (sem exceção) devem se mobilizar.
1º É preciso que nossos políticos criem vergonha na cara (é esse mesmo o termo, VERGONHA) e passem a investir na educação como deveriam e a lei manda (ou seja basta seguir o que está previsto), dando reais condições para que os professores possam trabalhar, valorizando essa carreira tão nobre e tão esquecida no Brasil;
2º Os pais também devem se engajar nessa luta e retomar as rédias da educação (há muito perdidas) de seus filhos: o que se vê hoje é uma grande inversão de valores, muitos pais não têm autoridade sobre seus filhos, não impõem limites, permitem tudo, principalmente o que não deveriam, isso gera crianças e jovens com aquela noção de que podem fazer absolutamente tudo e que jamais serão punidos pelos seus atos;
3º Para que limites possam voltar a ser impostos, muitas leis devem mudar, entre elas o ECA, que no meu ponto de vista tem, em muitos casos, efeitos contrários aos que deveria ter, pois ao ser excessivamente permissivo com os adolescentes, acaba ao invés de protegê-los, colocando-os cada vez mais em situação perigosa (quem não sabe respeitar limites, se lança mais ao perigo e com isso tem muito mais chances de se dar mal) e por consequência, coloca em risco a sociedade como um todo;
4º Finalmente, é preciso um maior controle sobre programas de TV, jogos, sites da internet, etc, pois muitos acabam servindo de estímulo (ou desculpa) para que se cometam tantas coisas erradas como vemos todos os dias. Não se trata de censura, como muitos podem até pensar, trata-se de coibir abusos.
Porém, o principal é mesmo que a família, a instituição básica da sociedade, volte a ser como era antes, que pais e mães voltem a ser referência para seus filhos e realmente os ensinem desde cedo valores, como moral, respeito ao próximo, honestidade e dignidade, coisas que hoje estão se tornando quase extintas no Brasil.

Sim, eu acho que acaba. Sempre existirá coisas desse tipo, mas o ensinamento, a refeição, o carinho, a criança no colo, isso favorece a psicologia da criança crescer sem revolta. Mas ninguém está livre de loucuras. Só Deus para nos proteger dessa angústia e agonia pois, todo o ser humano merece respeito e carinho. Para no futuro não se perder em labirinto como foi esse menino.

há solução,desde q as autoridades resolvam agir e deixar de tantas reuniões
encontros,palestras e etc.Ação!!!!!!!!Começa c a diretoria da escola e vai descendo.Boa vontade é tudo,não é prreciso mais dinheiro,pq. isto tem mas é mal gasto.Sou revoltada c a situação brasileira,no geral.......

Uma vez que primeiramente tivermos FÉ em Deus e confiar Nele, tudo dar´´a certo, basta que a educação, o respeito, o afeto, a compaixã, a calma, principalmente com o amor e mais uma série de atos que não apenas demonstrem mas que seja realizado de todo o coração, e SEMPRE COM FÉ NO SENHOR, tudo dará certo, basta que A VONTADE DO Pai seja Realizada, pois tudo concorre para o bem daqueles que amam a Deus!! A Paz do Senhor!!!!!

eu quero que acabar a violencia e volta para uma cidade limpa com educação e respeito com cidade que não a violencia ate ++ bjs atodos

O início da sociedade atual se da na escola, isso quer dizer que metade do tempo a criança esta na escola e a outra metade em grupos escolares, sobra apenas algumas horas com os pais e muitas vezes com a mãe ou sem nenhum dos dois durante o dia. As pessoas que querem o melhor para os filhos (os pais) transferem essa responsabilidades para terceiros e torcem que os resultados sejam positivos como se fossem investimentos para obterem retorno de alguma maneira. Sei que uma criança leva tempo para aprender a conviver em sociedade, mas a escola sozinha não garante que ela tenha sucesso, precisaria tempo igual para com os pais, a familia e a religião em sintonia com o meio ambiente generalizando em todas as esferas citadas, o respeito: à conquista, ao fracasso, ao organismo (corpo) e ao organismo (pessoas de sua sociedade). Café da manhã os pais + almoço a familia + lanche à escola + jantar a religião + dormir consigo é = a escola sem violêcia. Não necessáriamente na mesma ordem.
rodolfodonnato@hotmail.com

Basta um guarda municipl q tenha reponsabilida e respeito,pelos alunos(as) no interior do colegio,de preferencia no portão,deu horario cinco minutos depois portão fechado não se abre mais.Como é feito nas provas de concurso ou vestibular,não é isso que se faz.Com certeza tudo vai mudar,até mesmo a pontualidade dos alunos.(palpite de um burro).Francisco Tenuto.

eu acho que as pessoas devem see amar umas as outras porque se nao so vai existir violencia no mundo.
o que sera dos nossos filhos netos e familiares.
isso eu nao sei mas depende de nos.
andriele

se cada cidadão brasileiro fizer sua parte com certeza a mudança será muito grande.
a educação de cada cidadão deve começar na familia ,a religião tambem é um fator fundamental ,pessoas que tem Deus no coração sabe amar e respeitar seus semelhantes e jamais tendem a praticar violencias .
não lamentem a violencia, nem julguem ,reflitam e lutem pois parte dessa violencia são consequencias dos nossos proprios atos .
o individualismo e a falta de amor ao próximo com certeza só irá piorar as coisas .

cido_apsan@hotmail.com

Comente

Filtered HTML

  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <b> <dd> <dl> <dt> <i> <li> <ol> <u> <ul> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Atenção:

Não há censura de opinião nos comentários, mas o vc é o responsável pelo que escrever. Ou seja, aqui vale o Yoyow (You Own Your Own Words).

Lembre-se: Opinião é diferente de informação.

Informações sem fonte ou que não puderem ser checadas facilmente podem ser deletadas.

Serão apagadas sem dó mensagens publicitárias fora de contexto, spam usado para melhorar a posição de sites e outras iniciativas de marqueteiros pouco éticos.

Respeite as regras básicas Netiqueta.

Grosserias desacompanhadas de conteúdo, coisas off-topic e exagero nas gírias ou leet que dificultem o entendimento de não-iniciados tb não serão toleradas aqui.

Vou apagar sumariamente todos os comentários escritos inteiramente CAIXA ALTA, mensagens repetidas e textos que atrapalhem a diagramação do site.

Além de prejudicar, a leitura é falta de educação.

Não publique tb números de telefone, pois não tenho como checá-los. As mensagens com números de telefone serão apagadas inteiras.

Obviamente, qq conteúdo ilegal tb será deletado sem discussão.

Evite também mensagens do tipo "me too" (textos apenas concordando com o post anterior sem acrescentar algo à discussão).

Clique aqui para ver algumas dicas sobre como escrever um texto claro, objetivo e persuasivo.

Todas os comentários são considerados lançados sobre a licença da Creative Commons.

Se você não quer que seu texto esteja sob estes termos, então não os envie.



br101.org by br101.org is licensed under a Creative Commons Attribution-Share Alike 2.5 Brazil License.

Nenhum produto M$ foi usado na construção destas páginas.
Este site usa Drupal (Apache, PhP e MySql).

Se vc quiser tentar aprender a fazer um site igual a este usando softwares livres, vá até o weblivre.br101.org e leia:

Como fazer um website de verdade?